São João, no sudoeste do Paraná, foi palco de mais um grande evento nesse final de semana. O município recebeu cerca de 15 mil pessoas no sábado (20), à noite, quando aconteceu a queima da maior fogueira do Brasil, nesse ano com 52 metros de altura.

Na ocasião, o público também prestigiou shows com as duplas sertanejas Serrano e Serraninho e Carreiro e Capataz, além da Banda Mercosul. A festa tradicional na cidade comemorou também os 55 anos de São João e os 56 anos do padroeiro São João Batista.

A festa começou na quinta-feira e foi sucesso todas as noites, afirmou o prefeito Altair Gasparetto (PSDB). “ Recebemos aqui em nossa cidade nesses três dias aproximadamente 25 mil pessoas, isso supera nossa expectativa e sem dúvida daqueles que mais uma vez apostaram no evento para anunciar e comercializar produtos. Até São Pedro colaborou, apesar do frio não choveu nenhuma noite e o público pôde ficar bem à vontade no Parque de Exposições”, destacou Gasparetto.

 Fotos: Prefeitura de São João 

Vídeo disponibilizado pela prefeitura de São João

Aproveitando que o município está comemorando seus 55 anos, o prefeito também fez questão de citar obras importantes que estão acontecendo na cidade e interior. Ele lembra que a administração conseguiu recursos importantes junto aos governos estadual e federal.

Com isso está fazendo melhorias no trânsito, com instalação de rotatórias na área central da cidade para desviar o fluxo de caminhões, que nos últimos anos tem aumentado consideravelmente com a instalação do abatedouro de aves da Coasul. Além disso, estão sendo asfaltadas ruas e calçadas com pedras irregulares as principais estradas no interior, essa iniciativa com objetivo de facilitar o escoamento da produção agrícola.

Construção de creches e escolas também são conquistas lembradas pelo prefeito Altair Gasparetto, que enfatizou o crescimento da população, reflexo da oferta de emprego pelo frigorífico e mais recente pela instalação de uma fábrica de ração.

Outra ação importante da administração tem sido o apoio à regularização de áreas para novos loteamentos, oportunizando assim a ampliação do perímetro urbano e o acesso de famílias a tão sonhada casa própria.