O quadro “Onda Animal” exibido pela Rádio Onda Sul FM, vai ao ar todas as quartas-feiras esclarecendo dúvidas dos ouvintes, com apresentação do médico veterinário José Carlos Zanella. No último dia 14, ele esclareceu entre outras, dúvidas relacionadas à vacinação de cães e gatos.

 

Fui em três lugares que vacinam cães e cada um indicou idades diferentes para começar o programa de vacinação. Qual é a idade correta para vacinar filhotes de cães e gatos e quando repetir a vacina?

 

(Imagem Ilustrativa)
  • Compartilhe no Facebook

(Imagem Ilustrativa)

O médico veterinário inicia explicando que não existe uma data única para fazer a vacinação em cães e gatos. “Um padrão de fazer a vacina é uma idade em que a proteção que a mãe deu para ele já esteja caindo ou quase zerada, ou seja, a defesa da mãe não vai interferir na vacina. E também, que esse animal esteja ainda numa situação que não esteja tão vulnerável ou tenha risco de ser infectado principalmente por virose. Então essa idade normalmente em cães desmamados entre 30 dias 35 ocorre a partir dos 40 à 45 dias, então no máximo 50 dias, é o melhor momento de fazer as vacinas em cães. Já se esse filhote não mamou na mãe, ou mamou uma semana por algum motivo e saiu com 20, 25 dias da mãe, a vacina pode ser trazida um pouco mais cedo. ”

Zanella explica ainda que existem vacinas especializadas para usar em filhotes de 30, 35 dias e algumas exceções. “Talvez por isso você obteve respostas diferentes, mas como linha base, entre 40 e 45 dias você pode desverminar o cãozinho e depois fazer a vacina, enquanto que, o gato você deve vacinar por volta de 60 dias. ”

“Então você faz um programa de vacinação fechado no primeiro mês, na primeira fase de vida que começa aos 45 dias, depois mais 21 e mais 21 dias, são 3 doses pelo menos. É necessário a repetição a partir de então, de uma vez por ano, tanto em cães quanto em gato, lembrando que em gato duas doses normalmente são suficientes no início e depois repetições anuais. ”, finalizou.