Dois projetos do Câmpus Palmas do Instituto Federal do Paraná (IFPR) foram aprovados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, em conjunto com a Setec (Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica). Mais de 1,5 mil propostas de trabalho foram enviadas por professores e técnicos de toda rede do Instituto Federal. Além dos projetos palmenses, outros treze foram contemplados no Paraná.

Os trabalhos foram dividos em quatro linhas: pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I); extensão tecnológica; financiamento de equipes para torneio de educação profissional; e soluções inovadoras. Os projetos dos professores do IF Palmas, Jaqueline Nicollini e Keller Paulo Nicollini, foram apresentados sob as temáticas: Monitoramento ambiental da alcalinidade do solo a partir de parâmetros fitoquímicos e o Uso de vegetais como bioindicadores para o monitoramento de solos  contaminados por fármacos, respectivamente.

Juntas, a propostas foram contempladas com mais de R$ 76 mil. Professor Keller comemorou a escolha dos projetos, demonstrando o reconhecimento pelo trabalho realizado no Câmpus, além do incentivo no desenvolvimento do ensino. “Com esta chamada estamos certos de que a qualidade da pesquisa desenvolvida irá aumentar e com isso ampliaremos os horizontes conceituais dos alunos. Ser contemplado com essa chamada pública é muito importante para a consolidação das atividades de formação de jovens pesquisadores que já vêm sendo desenvolvidas no IFPR. Meu grupo se sente valorizado e motivado para continuar a fazer Ciência, sempre pautada no rigor científico”, afirmou.