Seguem sob análise do IAP – Instituto Ambiental do Paraná, os projetos do Complexo Eólicas Sul, que deverão ser instalados em Palmas, sul do Paraná. A audiência pública para apresentação dos Estudos e Relatórios de Impacto Ambiental do empreendimento foi realizada no mês de janeiro, com grande participação da sociedade palmense. Segundo o órgão, ainda não há previsão para liberação da Licença Prévia (LP).

Na ocasião, os presentes no ato tomaram conhecimento sobre os Parques Serra da Esperança 1 e 2; Parque Eólico Água Santa 1, 2 e 3 e o Parque Eólico Rota das Araucárias 1 e 2, que gerarão aproximadamente 170 megawatts, num investimento que se aproximará de R$ 1 bilhão, incluindo a linha de transmissão da energia produzida até a subestação de Foz do Areia, entre os municípios de Bituruna e Pinhão, numa extensão de 70 quilômetros.

Todo o material coletado durante a audiência foi encaminhado ao IAP, que realiza análise e, caso esteja em acordo com a Legislação, emitirá a Licença Ambiental Prévia dos projetos. Com a LP em mãos, os empreendedores, Grupos Gaboardi, Incomex, Torresani e outros, poderão participar dos leilões de energia promovidos pelo Governo Federal Posteriormente ainda deverão ocorrer os procedimentos para a obtenção da Licença de Instalação, que autoriza o início dos trabalhos de toda a estrutura prevista. A expectativa dos investidores é que os trabalhos iniciem entre o final deste ano e o inicio de 2016.