Nesta quinta-feira (29) será implantado o projeto “Aqui Livros” na Associação Regional de Saúde Sudoeste do Paraná (ARSS). A inauguração acontece às 14h30, onde funciona o CRE (Centro Regional de Especialidades).

  • Compartilhe no Facebook

Claudio Loes (Foto: Flávio Pedron/JdeB )

Formado em Filosofia e Engenharia Industrial e especialista em Educação Ambiental, Cláudio Loes desenvolveu e coordena o projeto de incentivo à leitura “Aqui Livros”.  “Começamos isso dentro de um projeto de educação ambiental pegando um armário velho e colocando livros para as crianças lerem porque elas não tinham acesso, já que a biblioteca da escola tem muitas regras. Então veio a ideia de fazer alguma coisa que fosse mais livre, onde você pega o livro e devolve quando terminar de ler”, comenta.

Durante uma viagem para Blumenau, ele teve contato com a geladeira de livros,  “conheci lá na FURB (Universidade Regional de Blumenau) algumas geladeiras que os alunos tinham feito para trocar livros, eu achei aquela ideia interessante por conservar o livro. Em 2015 nós começamos com uma geladeira e a partir dali fomos expandindo, colocando em outros locais. Hoje temos em Marmeleiro Beltrão, Clevelândia, tem inclusive uma em Minas Gerais, que participa a distância”, destaca.

Quanto à devolução desses livros, Loes destaca que no interior funciona de maneira mais efetiva que na cidade “nós temos três escolas no interior e funciona melhor porque é uma ida e volta, como a criança está sempre ali, tem uma vida social ao redor da escola, então o livro vai e vem mais fácil. E quando a gente vai trocar percebe que perdeu muito pouco volume, já é o contrário da cidade, onde você ainda abastece mais. Claro que alguns pontos da cidade tem uma ida e volta boa, nas escolas é mais complicado, por enquanto estão só saindo livros”.

  • Compartilhe no Facebook

(Imagem: Divulgação)

 

A ideia é disponibilizar livros para os pacientes que passam um longo tempo na espera pelas consultas na Associação Regional de Saúde, que é onde funciona o Centro Regional de Especialidades, o CRE. Enquanto aguardam pela consulta, os pacientes podem aproveitar o tempo para praticar a leitura e caso se interessem, podem levar o livro para casa. A devolução, troca, ou doação de livros pode ser realizada na reconsulta ou até mesmo através dos motoristas que retornam diariamente dos municípios.

As contribuições podem ser entregues na Associação Regional, procurando pelo setor de contabilidade, ou ainda na portaria da Rádio Onda Sul FM. Serão aceitas literatura infanto-juvenil, poesia, crônica, contos, ficção, romance, seguindo essa linha. Todos os livros arrecadados serão analisados e depois disponibilizados para leitura.

Confira a entrevista: