Na busca de regularizar a moradia e ter em mãos a documentação, mais de 130 pessoas participaram e reunião realizada na Associação Chopinzinhense dos vovôs, no final da tarde de sexta-feira 18. Na oportunidade foi apresentado o Programa “Escritura Direta”, o qual está sendo desenvolvido pelo Governo do Paraná, através da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e a Administração Municipal de Chopinzinho.

O programa busca oportunizar as pessoas que já quitaram as parcelas da casa, a adquirir a escritura de forma rápida e com os custos reduzidos. “Verificamos que muitas famílias e Chopinzinho, beneficiadas com casa da Cohapar já quitaram o financiamento, ainda não transferiram seus imóveis, não tema escritura definitiva. Com base nessa informação, fui a Curitiba, conversei com o Luis Corti e encontramos o programa Escritura Direta”, frisa o prefeito Álvaro Scolaro.

Aderindo ao programa, o proprietário terá o custo de R$ 478,36 efetuando o pagamento à vista, ou pode parcelar em até quatro vezes, mas o valor total muda para R$ 531,51 e o processo de tramitação da escritura prossegue somente após o pagamento da última parcela.

Segundo Scolaro, “através desse programa as famílias vão economizar muito com a documentação. Se não tivesse esse programa, sabemos que se fosse fazer normalmente essa regularização se gastaria em torno de quatro a cinco mil reais”.

As pessoas que não compareceram na reunião e até mesmo as que estão com algumas dúvidas, no dia 07 de novembro, a equipe do escritório regional da Cohapar estará realizando atendimento na Câmara de Vereadores para iniciar o cadastro no programa e esclarecer as dúvidas dos beneficiários.

Para o Diretor de Regularização Fundiária da Cohapar, Luis Corti, “apresentamos o programa, destacamos as quatro possibilidades que a Cohapar oferece para a pessoa fazer a escritura. Esse programa encurta caminho e gerando uma economia importante para o mortuário. Esse programa está sendo trabalhando em todo o estado”.

Fonte e foto: Assessoria.