Os alunos Willian, Isadora e Vinicius receberam brindes pelas redações sobre o Proerd. Foto de divulgação
  • Compartilhe no Facebook

Os alunos Willian, Isadora e Vinicius receberam brindes pelas redações sobre o Proerd. Foto de divulgação

Uma turma de 42 alunos dos quintos anos da Escola Municipal Irmã Neli de Bom Sucesso do Sul receberam na quinta-feira (22) o certificado de conclusão do curso do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) desenvolvido pela Polícia Militar através de uma parceria entre Patrulha Escolar e Departamento de Educação. As crianças tiveram o privilégio de conhecer sobre os males causados pelas drogas e bebidas alcoólicas e se prevenir para não entrar em contato.

A solenidade animada e que colocou todos para agitar, aconteceu no auditório municipal Cecilia Bilan e contou com a participação dos pais, irmãos, professores, o prefeito Antonio Celso Pilonetto, a diretora municipal de Educação Cleudete Drancka Nichelle, o tenente Depauli, representando o comando do 3º BPM, e o sargento Valmor representando a Patrulha Escolar. Ainda prestigiaram a formatura a diretora municipal de Ação Social Alaides Fianco Pilonetto, o vice-prefeito Alvadi Andreis, o presidente da Câmara Municipal Setembrino Fabris, a diretora da escola Andreia de Mello, além dos solados Silvia e Gomes que comandaram o cerimonial, e a cabo Levandoski.

O soldado Gomes conclamou os alunos para palavras de ordem que se tornaram lemas do Proerd, e chamou a frente alunos que escreveram as melhores redações sobre o programa para leitura. Receberam brindes de autoridades os alunos Willian Batistoni (5º ano C), Isadora Peter dos Santos (5ª ano A) e Vinicius Araújo (5º ano C).

Depoimentos

Lideranças e autoridades reforçaram os benefícios do programa. Foto de divulgação
  • Compartilhe no Facebook

Lideranças e autoridades reforçaram os benefícios do programa. Foto de divulgação

Para Pilonetto o Proerd é de suma importância para o município e essa parceria entre departamento de educação e Polícia Militar que beneficia toda a comunidade. “O programa oferta conhecimento para os alunos se manterem longe das drogas servindo então como uma prevenção primária para que possa servir para a vida toda. Hoje são crianças no meio escolar, mas daqui a pouco estarão mais velhos e serão o futuro da nossa sociedade. Então todos ganham, a criança, a família, a sociedade e a própria polícia com a prevenção”, salienta o prefeito.

O tenente Dipauli salientou a participação das crianças e o apoio dos pais ao programa. “Quisera eu ter a oportunidade que vocês estão tendo em participar do Proerd, que não existia na minha época. Minha sorte que tive pais e professores que me orientaram. Então vocês crianças tiveram a chance do alerta e de ficar longe de pessoas e drogas que só causam males”, frisou.

Cleudete enfatizou a boa formação das crianças. “Essa parceria com material dinâmico e de fácil aprendizado valoriza o ser humano e principalmente oportuniza o exercício da cidadania com plenitude tornando a sociedade cada vez melhor. Parabéns aos formandos, as famílias e a todos que se envolvem no programa”, comentou a diretora municipal de Educação.

A diretora da escola e o sargento Valmor agradeceram a parceria e o apoio da prefeitura e da Polícia Militar em oportunizar a orientação aos alunos. “O empenho das famílias em levar e buscar as crianças no programa é infinitamente melhor do que ir a delegacia, conselho tutelar ou até no IML buscar seu filho por não seguir o caminho certo”, afirmou o sargento.

A soldado Silvia, que passou as orientações as crianças pediu aos pais para que mantenham em casa os ensinamentos do Proerd para que as crianças não percam o melhor caminho.

O Proerd

O PROERD chegou no Paraná no ano 2000 e no ano 2001 foi implantado em Cornélio Procópio, ocasião em que foram formados 320 Proedianos no primeiro semestre. O Programa é tido hoje como o melhor em prevenção primária, tendo bons resultados comprovados por pesquisas em todos os países onde são desenvolvidos.

O Proerd é desenvolvido nas Escolas por Policiais Militares treinados e preparados para desenvolver o lúdico, e através de metodologia especialmente voltada para crianças, o policial passa a mensagem de valorização à vida e à importância de manter-se longe das drogas. Após quatro meses de curso as crianças recebem o certificado PROERD, ocasião que prestam o compromisso de manterem-se afastados e longe das drogas. O programa começou em 1982, na cidade de Los Angeles, EUA, em parceria com o Departamento de Polícia daquela cidade e escolas. No Brasil o programa foi introduzido no ano de 1992 na cidade do Rio de Janeiro, o qual foi difundido para outros Estados brasileiros.