Ao longo dos cinco dias da Operação Corpus Christi no Paraná, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou 113 motoristas embriagados. A PRF emitiu, portanto, uma autuação por ingestão de bebida alcoólica a cada 63 minutos no estado.

Desse total de 113 condutores bêbados, 31 foram presos em flagrante. Iniciada na última quarta-feira (3), a operação terminou à meia-noite de ontem (7).

Doze pessoas morreram nesse período, 29,4% menos do que no feriado de Corpus Christi do ano passado, quando 17 pessoas morreram em rodovias federais no Paraná. Foram registrados no feriado deste ano 237 acidentes; 184 pessoas ficaram feridas.

A PRF notificou ainda 811 motoristas por ultrapassagens proibidas. Outros 6,5 mil tiveram imagens de seus veículos capturadas pelos radares da instituição por excesso de velocidade. O Paraná tem cerca de 4 mil quilômetros de rodovias federais.

Acidentes com mortes

Todas as doze mortes ocorreram entre a última sexta-feira e domingo. Cinco delas ocorreram em atropelamentos.

Em uma dessas ocorrências, ontem (7) à noite, na BR 116 em Quitandinha, região metropolitana de Curitiba, um motorista de ônibus que parou no acostamento para retirar algumas malas do bagageiro foi atingido por um automóvel e morreu no local. Bêbado, o condutor do carro fugiu do local do acidente, mas foi localizado e preso pela PRF, com o apoio de policiais militares.

Na manhã de sábado (6), três adolescentes entre 15 e 17 anos montados em uma única bicicleta morreram ao invadir a pista da BR 116 e colidir contra um caminhão em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba.

Na madrugada de domingo (7), um casal de irmãos morreu em uma colisão frontal em Contenda, também na região de Curitiba. O outro automóvel vinha pela contramão. O irmão mais novo, de 14 anos, estava na direção do carro e morreu ao lado da irmã, de 19 anos.

Entre as causas presumíveis dos acidentes com mortes ocorridos no feriado, apontadas pelos policiais rodoviários federais que atenderam as ocorrências, estão desrespeito à sinalização, desatenção, velocidade incompatível com o trecho e ingestão de bebidas alcoólicas.

:: Números da Operação Corpus Christi no Paraná:

12 mortes

184 feridos

237 acidentes

113 autos por embriaguez

31 presos por embriaguez

808 notificações por ultrapassagens proibidas

6.533 imagens capturadas de excesso de velocidade

226 veículos recolhidos por diferentes irregularidades

14 veículos roubados recuperados.