Por Evandro Artuzi

O detento da Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão, Adroaldo Gonçalves, conhecido como Bugrinho tentou fugir na tarde desta quarta-feira (12/09), enquanto realizava um exame de lesão corporal no Instituto Médico Legal de Francisco Beltrão.

 

A tentativa de fuga ocorreu quando ele e outros quatro detentos estavam sendo escoltados pela Polícia Militar para fazer o exame. Os cinco presos tentaram uma fuga do bloco dois da Penitenciária, na terça-feira (11/09), cavando um túnel que daria ao pátio externo.

 

No momento em que saia do camburão, Adroaldo, vulgo “Bugrinho”, se livrou dos dois pares de algema e tentou e correu em direção ao Rio Lonqueador, mas foi alcançado e preso pelos policiais que faziam a escolta. Em busca pessoal no detendo foi encontrado uma chave micha, utilizada para abrir as algemas, escondida no cós da calça.

 

Esta não é a primeira vez que Bugrinho tenta fugir da polícia. No dia 07 de Dezembro de 2010 ele fugiu do Fórum de Francisco Beltrão onde estava sendo julgado e na ocasião foi recapturado minutos depois.

 

Condenado a 14 anos de reclusão por ter assassinado sua esposa, Juliana Pinheiro, crime registrado em 28 de Dezembro de 2006, Bugrinho é considerado preso de alta periculosidade e foi novamente recolhido a Penitenciária Estadual.