O presidente do Sindi Combustíveis Paraná, Roberto Fregonese, afirmou em entrevista à Onda Sul FM nesta segunda-feira (04) que desconhece o aumento abusivo no preço da gasolina e do óleo diesel em postos do interior do Estado. Fregonese negou ter conhecimento da situação, mas prometeu apurar os casos.

 “Mesmo que os preços sejam livres, os postos não podem desrespeitar as determinações do governo”, disse. Quanto ao aumento do etanol, que também aconteceu na semana passada, o presidente classificou de oportunismo das distribuidoras que se aproveitam da situação.

Segundo ele, como o período é de entressafra e a procura pelo produto aumentou depois do reajuste da gasolina, os proprietários de postos e até mesmo as usinas se aproveitam dessa condição. Esse problema também deve ser verificado ainda essa semana, destacou Fregonese. Ele alerta consumidores que se sentirem lesados a procurar seus direitos junto aos órgãos competentes.