por Ivan Cezar Fochzato

 

 Na última semana durante encontro dos empresários e lideranças políticas de Palmas, sul do Paraná, com o governador do Paraná, Beto Richa e com o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Valdir Rossoni, a ACIPA (Associação Comercial e Empresarial) apresentou uma pauta de reivindicações ao governo do estado. Dentre elas, o aproveitamento do potencial de geração de energia eólica no município, com a implantação de novos parques no lado paranaense dos Campos de Palmas, na região do Horizonte, a exemplo do que vem ocorrendo no lado catarinense, no município de Agua Doce, que  conta com mais de cem torres em operação. Na oportunidade o governador do estado  sinalizou aos presentes que o pedido é tido como prioridade,

Nessa segunda-feira(10), ao realizar um balanço atividades da COPEL (Companhia Paranaense de Energia), o presidente Lindonfo Zimmer, sinalizou a retomada dos investimentos para exploração do potencial eólico. “Estamos ampliando nossas ações em uma nova fonte de matriz energética, a eólica. A Copel não pode ficar de fora”, disse ele. Zimmer lembrou o investimento pioneiro em Palmas, ainda em 1998, quando foram instaladas as cinco primeiras torres de geração de energia dos país, nos Campos de Palmas. “Estamos voltando a expandir nossas ações para esta fonte extremamente importante”, avalizou. Clique e ouça palavras do presidente da Copel.