Nesta semana estará sendo concluído o levantamento que apontará prejuízos causados pelo vendaval que atingiu o campus do IFPR em Palmas, sul do Paraná, na última quinta-feira. O trabalho foi realizado  por uma equipe de engenheiros e acompanhadosa pelo o reitor substituto, Frederico Fonseca da Silva,  que se deslocou  da capital do estado para a vistoria. Um documento será levado pessoalmente à SETEC – Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação para que destine recursos para os reparos.

Conforme Fonseca da Silva, mesmo não tendo todos os dados apurados,  projeta-se  um prejuízo total de aproximadamenre R$ 1 milhão, entre reparos na estrutura e reposição de equipamentos e laboratórios danificados. As atividades  acadêmicas e administrativas foram retomadas  nessa segunda-feira(09) de forma parcial. Apenas os estudantes do período diurno estão tendo aulas no local. Os que frequentam o período noturno estarão apenas realizando provas e exames, mas em nas instalações do Colégio Estadual Monsenhor Eduardo, no Bairro  Klubege.

A secretaria acadêmica voltou a funcionar também hoje, sendo que na parte da noite os trabalhos estarão concentrados no prédio da Biblioteca apenas para a realização de matrículas dos aprovados no Processo Seletivo e para inscrições á  à seleção de  professores substitutos. As modificações ocorreram pela impossibilidade de religação do sistema de energia dos prédios.

O corpo de Bombeiros de Palmas detectou risco na rede de energia por conta dos alagamentos e determinou a interdição parcial do sistema, que está sendo avaliado tecnicamente, de forma gradual.