Nesta sexta-feira, a Administração Municipal de Ampére, em parceira com a autoridade em trânsito de Dois Vizinhos, Elaine Stalbaum, realizou uma palestra para definir melhorias para o trânsito da cidade. O encontro, que aconteceu na Câmara de Vereadores às 19h, contou com a participação do Prefeito Hélio Alves, do vice-prefeito Luiz Carlos Grzebieluckas e demais autoridades locais; além da presença de representantes de entidades, associações e empresas do município.

O objetivo da reunião é iniciar um processo de municipalização do trânsito no município. “Precisamos melhorar o trânsito em nossa cidade. Estamos aqui para discutir essa questão com a população”, afirmou o Prefeito Hélio Alves. Segundo a especialista em trânsito, Elaine Stalbaum, “a ideia é apresentar para a comunidade o que seria a municipalização do trânsito e chamar a atenção para que exista um planejamento do crescimento da cidade”.

Durante a palestra, foram apresentados os percentuais de aumento de veículos no município. O número de carros em Ampére cresceu cerca de 60% de 2007 a 2012. Já a quantidade de motocicletas subiu em torno de 50% no mesmo período. Para Elaine, os valores se equiparam a municípios como Francisco Beltrão e Pato Branco. “Apesar do pequeno porte da cidade, é preciso planejar o trânsito desde já”, disse. A especialista também elogiou a iniciativa do prefeito em trabalhar a questão do trânsito.  “Parabenizo o Prefeito Hélio porque está preocupado em transformar a cidade em um diferencial; são raros os prefeitos que pensam como ele”, ressaltou Elaine.

PRÓXIMOS PASSOS

O próximo passo deste processo de municipalização do trânsito é a criação de uma comissão formada por representantes de entidades, empresas e comunidade para apontar, definir e aprovar as medidas que devem ser tomadas. Conforme o Prefeito Hélio Alves, é preciso dar continuidade nesse trabalho. “Não podemos parar por aqui. Precisamos criar uma comissão que nos ajude a elaborar um projeto de municipalização do trânsito”, completou.

Para a autoridade em trânsito, Elaine Stalbaum, é de suma importância a participação da população nessa etapa de planejamento participativo. “Não é administração impondo uma situação, mas a comunidade contribuindo e participando das decisões. Por isso, pedimos a todos que participem da comissão e apresentem os problemas para que possamos trabalhar em cima das sugestões levantadas. É a comunidade pensando o que quer para Ampére”. Nos próximos dias será realizada uma audiência pública onde serão definidos os membros da comissão.