O Departamento de Administração Fundiária de Palmas, sul do Paraná, realizou na terça-feira (06), no Centro Cultural Dom Agostinho, uma reunião com 260 famílias que possuem cadastros pré-aprovados junto à Caixa Econômica Federal, para serem beneficiadas pelo Programa Minha Casa Minha Vida com uma das residências do conjunto habitacional Bom Pastor I, localizado no bairro El Dourado.

De acordo com a diretora do departamento, Dra. Karina Camargo Martins Lorenzetti, o evento teve como objetivo orientar as famílisa sobre os trâmites junto à instituição financeira, a forma de análise para os financiamentos, além de orientações sobre as responsabilidades e restrições que os titulares terão sobre os imóveis.

Salientou que a partir de agora, a documentação será encaminhada para a Caixa Econômica que num prazo de até 15 dias, realizará a análise de cada cadastro. Lorenzetti ressalta que esse conjunto habitacional conta com 173 casas que deverão ser entregues até o mês de dezembo. Sendo assim, alguns dos cadastrados participantes da reunião não poderão ser beneficiados nesse momento.

Enfatizou que os futuros beneficiados terão restrições com relação a troca ou venda dos imóveis, visto que é o agente financiador que realiza a pesquisa dos beneficiários. Dessa forma, por mais que sejam realizados mais de um cadastro no nome de uma mesma pessoa, que já foi beneficiada, ela não terá mais direito à residência através de programas habitacionais do Governo.

Atualmente, Palmas possui cerca de 1000 famílias cadastradas em programas de acesso à moradia. Informou Lorenzetti, que há a expectativa de serem entregues 126 casas do conjunto habitacional do bairro São Francisco no mês de novembro. Segundo ela ainda estão em tramitação mais dois projetos, um para a construção de mais 330 residências no bairro El Dourado e outro para 500 casas no bairro Caldeiras, que, caso sejam aprovados, contemplarão praticamente 100% dos cadastros da Administração Fundiária do município.