A receita total da Prefeitura de Palmas, sul do Paraná, no ano de 2013 alcançou os R$ 69,2 milhões, contra  R$ 67,9 milhões em despesas. O superávit gerado no período foi de R$ 1,2 milhão.

Os números foram apresentados na última sexta-feira (28) pelo contabilista do município, Ezequiel Goulart, em audiência pública de prestação de contas na Câmara Municipal que apontou uma arrecadação maior que o previsto, em virtude do aumento de repasses por parte do Governo Federal.

Conforme o contador, o município já conseguiu pagar aproximadamente R$ 2 milhões de reais da dívida fundada do município. Em relação a aplicação, a saúde alcançou o índice de 25,61% e a educação chegou aos 28,91%. Destacou Goulart, que um dado preocupante diz respeito à dívida ativa do município, visto que durante o exercício 2013, foram realizadas duas edições do Programa de Recuperação Fiscal (REFIS), onde, dos R$ 10 milhões que os contribuintes palmenses devem à prefeitura, foram arrecadados pouco mais de R$ 590 mil.

Outro ponto destacado por Goulart, diz respeito à arrecadação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Conforme ele, o município de Palmas tem perdido posições na arrecadação do tributo, ocupando hoje, a 8ª colocação na região sudoeste. 

Ouça: