por Ivan Cezar Fochzato(com assessoria)

 

O processo de transição entre o atual e o futuro governo do município de Coronel Domingos Soares já está sendo procedida. No final da última semana, o atual prefeito, Mauro Correia de Almeida, reuniu o secretariado da atual gestão para dialogar e pedir que continuem agindo de forma correta, transparente e honesta. Na oportunidade também reforçou a necessidade da continuidade da diminuição de despesas.Conforme avaliou o prefeito, o fechamento de exercício financeiro e das atividades está acontecendo de forma tranqüila e com muita responsabilidade, onde busca-se cumprir não somente a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas todos os trâmites legais da forma mais correta possível. “Nós estamos encerrando um mandato de cabeça erguida e felizes, com a consciência limpa, pois muito fizemos por Coronel Domingos Soares nestes últimos quatro anos; e nossas obras estão aí, nos quatro cantos do município, para todos comprovarem”, considerou.

Na reunião, o assessor jurídico do Município, Júlio Cesar Oliveira, pediu aos diretores de departamentos que já organizem seus relatórios, especificando funções e os bens existentes em cada setor. Também foi proposta pelo advogado a realização de uma audiência pública, com data ainda a ser definida, aberta a toda a população, onde a transição ocorrerá de maneira mais direta, eficaz e abrangente, sendo apresentados os respectivos relatórios, por departamento, não só à equipe da futura administração municipal, mas também a toda a população domingosoarense.

 

 

Para o prefeito, esta é uma forma de a população também ficar por dentro da situação do Município. “Vamos entregar a casa em ordem, tudo organizado e encaminhado para que o próximo prefeito possa trabalhar em favor do povo de Coronel Domingos Soares, inclusive, com inúmeros projetos registrados junto ao Siconv – Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse do Governo Federal. Da forma como fizemos e estamos entregando o Município esperamos que a futura administração consiga dar continuidade aos trabalhos que realizamos”, disse Mauro Correa.