Assim como os municípios de Coronel Domingos Soares e Mangueirinha, a prefeitura de Palmas, Sul do Paraná, suspendeu todos os pagamentos e movimentações financeiros do município por 90 dias, procedimento conhecido como moratória.

O decreto assinado pelo prefeito Kosmos Panayotis Nicolaou (PEN), datado da última terça-feira (03) e publicado em Diário Oficial nesta sexta-feira (06), justifica a decisão, afirmando que a transição entre a administração anterior e a atual não ocorreu de maneira satisfatória e que o novo Chefe do Executivo necessita tomar ciência sobre a situação administrativa e financeira do município, como despesas com pessoal,investimentos, pagamentos de restos a pagar e outros custeios.

Além disso, o prefeito nomeou uma comissão que irá avaliar todos os bens que integram o patrimônio público municipal. O decreto segue lembrando das responsabilidades de cunho administrativo, civil, fiscal que de Kosmos Nicolaou têm frente aos órgãos de fiscalização a partir de sua posse.

Diante disso, estão suspensos todos os atos da tesouraria, pagamentos de qualquer natureza e movimentações financeiras oriundas de atos do município pelos próximos 90 dias, com exceção dos pagamentos destinados ao exercício de atividades e serviços essenciais para a população, como saúde, educação e assistência social, por exemplo.