O prefeito de Clevelândia, Sudoeste do Paraná, Ademir Gheller, decretou moratória, suspendendo pagamentos e movimentações financeiras do municípios por 120 dias. A medida pode ser prorrogada por igual período.

Em reunião realizada na quarta-feira (11), Gheller anunciou que os recursos obtidos através da moratória serão destinados para a manutenção de equipamentos em setores essenciais.

Na ocasião, o prefeito apresentou também relatórios sobre a situação financeira do município e pediu apoio ao Poder Legislativo, para a revogação de quatro leis sancionadas em 2016, consideradas inviáveis, pois, segundo o prefeito, aumentam gastos, os quais a administração não tem condições de aracar. Entre as matérias a serem revogadas estão a que garante auxílio transporte a acadêmicos que estudam em outros municípios e auxílio alimentação para determinados cargos do funcionalismo público. O prefeito prometeu retomar esses projetos quando as contas municipais apresentarem melhores condições.