Apesar das dificuldades financeiras, a administração municipal de Abelardo Luz (SC) segue em ritmo acelerado com relação a obras e projetos. O prefeito do município, Dilmar Fantinelli (PT),em entrevista à Rádio Club, destacou que como foi reeleito, a máquina pública não parou. Os projetos que já estavam em andamento, automaticamente continuaram em ritmo acelerado, com destaque para as ações na área da agricultura e saúde.

Conforme Fantinelli, logo no inicio da gestão, a administração de Abelardo Luz sofreu uma baixa em seus quadros, devido ao falecimento da vice-prefeita Marlene Piccinin, vítima de um infarto, no final do mês de abril. Segundo Fantinelli, foi um grande baque para a administração e para o município como um todo, onde além da pessoa amiga e companheira, encontrava-se  também uma grande profissional.

Informou que hoje o parque de máquinas de Abelardo Luz conta com mais de 40 veículos, prestando atendimento principalmente, à população do interior. No próximo mês, as 54 comunidades do município de Abelardo Luz estarão participando das audiências do Orçamento Participativo, onde serão feitas as prestações de contas e ouvidas as reivindicações da população.

Outro ponto de destaque na entrevista, foi a instalação do Polo do Instituto Federal de Santa Catarina no Assentamento José Maria. Fantinelli também destacou que já estão sendo feitas obras de recuperação e adequação nas estradas rurais, visto que as fortes chuvas que atingiram a região prejudicaram em muito, a trafegabilidade no interior do município, afetando o transporte dos alunos quem residem nos assentamentos e propriedades rurais e afetando também o escoamento da produção leiteira, que chega ao 3,5 milhões de litros ao mês.

Com relação às contas do município, Dilmar Fantinelli explicou, que à exemplo de vários municípios do país, a arrecadação não está de acordo com a expectativa da administração. Segundo ele, o município também está tendo gastos significativos com a recuperação das estradas. O orçamento também ficou apertado, em virtude dos reajustes salariais no inicio deste ano, que chegaram a 8,3%, o que pressionou a folha de pagamento do município. Fantinelli destaca que a administração está trabalhando para atrair empresas, gerando empregos e aumentando a arrecadação interna do município. Segundo ele, mesmo com o orçamento apertado, as contas da prefeitura estão em dia.

Na pauta de projetos, o município tem mais de 20 obras em andamento entre construção e reforma de escolas e quadras esportivas, praças públicas, postos de saúde, iluminação do estádio municipal, entre outras. Segundo o prefeito abelardense, cerca de 80% dessas obras estarão concluídas até o final deste ano. Conforme ele, o município conseguiu mais de 17 milhões de reais, para obras de saneamento, onde no máximo em 1 ano e meio,100% das residências de Abelardo Luz estarão ligadas à rede de esgoto.

Outro destaque, foi a obtenção de 5 milhões de reais a fundo perdido, para obras de pavimentação, que devem começar em pouco tempo. A prefeitura também trabalha para conseguir um empréstimo de 9 milhões e com um projeto de até o final do mandato, asfaltar 100% do perímetro urbano de Abelardo Luz, com investimentos superiores a 29 milhões de reais.