O prefeito de Palmas, sul do Paraná, acatou recomendação do Ministério Público e exonerou a diretora do Departamento de Ação Social do município, Antonia Terezinha Andrade Faber, por enquadramento na Lei do Nepotismo.

Conforme o Promotor, José de Oliveira Junior, o Ministério Público havia instaurado um procedimento para averiguar denúncia de  dando conta de que a referida Diretora é cunhada do prefeito e estaria ocupando o cargo beneficiada do grau de parentesco. Após as análises para o caso de nepotismo, foi apresentada uma recomendação tendo o prefeito acatado o entendimento e publicado nesta terça-feira (02) a portaria oficializando a exoneração ocorrida no último dia 29.

Disse que por ter acatado prontamente a recomendação, o prefeito não deve sofrer qualquer penalização. “Entendemos que o prefeito não agiu de má fé e não haverá qualquer tipo de processo por improbidade”, informou o promotor.