O Governo do município de Coronel Domingos Soares emitiu, nesta tarde(22), uma nota de esclarecimento, com oito pontos, onde aborda sobre os constantes cortes no fornecimento de energia elétrica pela Copel no município. Responsabilizou a empresa pela falta de uma ação efetiva e motivou a população a também se posicionar diante do grave problema.

  • Compartilhe no Facebook

A prefeita, Dona Maria, relata na manifestação que tem ciência da situação que está causando prejuízo ao setor produtivo e desconforto geral.  Reiterou que, juntamente com o Poder Legislativo e Associação Comercial local, tem buscado a imediata solução. Esclarece que desde o início de seu governo, em 2017, foram protocolados sete pedidos de explicações e para a construção de um novo sistema de abastecimento de energia à população, sem qualquer posicionamento concreto até o momento.

Conclamou que a população igualmente manifeste seu descontentamento e que se for necessário busque a justiça para ser ressarcido dos prejuízos.  Pontuou que as críticas que o governo local vem recebendo tem expressão política e não cabe ao município solucionar o problema, que é de total responsabilidade da companhia de energia do Paraná. Reitera que a administração pública está empenhada nesta causa e cobrou posição definitiva para o problema.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

                        O Município de Coronel Domingos Soares através da prefeita Maria Antonieta de Araújo Almeida, vem através desta, esclarecer e orientar a população Domingosoarense sobre as constantes quedas de energia que vem ocorrendo no município.

1 – A Administração Municipal de Coronel Domingos Soares tem ciência das constantes quedas de energia que vem ocorrendo de forma rotineira no município tanto na área urbana como na área rural ocasionando transtornos e prejuízos para a população, bem como aos produtores rurais, comércio, indústria e prestadores de serviços.

2 – Tanto a Administração Municipal, quanto a Câmara de Vereadores assim como também a Associação Comercial, tem buscado incansavelmente uma solução junto ao Governo do Estado através da COPEL que é a responsável pelas redes e pela distribuição de energia.

3 – Desde o início do ano de 2017 a Administração Municipal e Câmara de vereadores já protocolaram 7 solicitações cobrando explicações, solicitando o comparecimento de um responsável da COPEL, bem como solicitando uma nova rede ou até mesmo uma subestação no município, porém sem sucesso por parte da COPEL.

4 – A Administração Municipal entende perfeitamente a apóia as manifestações de descontento da população com a qualidade dos serviços prestados pela COPEL em nosso município. Porém foge da nossa competência a não ser a cobrança insistente para que a COPEL melhore seus serviços, visto que a população, o poder público, comércio e empresas cumprem com sua parte de pagarem pelos serviços com pontualidade.

5 – Cabe a Administração informar que até o momento, diante de todos os pedidos realizados a COPEL para o melhoramento dos serviços de fornecimento de energia, recebeu apenas respostas vagas quanto a uma definição para a solução deste problema constante e incomodo para a população de Coronel Domingos Soares.

6 – A  COPEL é uma empresa do Governo do estado do Paraná, cabendo somente a ela resolver tão grave situação enfrentada por toda a população de Coronel Domingos Soares. Cabe a Administração cobrar dos órgãos responsáveis uma solução rápida para o problema e assim vem sendo feito desde o início de 2017. Cabe também a população uma cobrança efetiva através das manifestações de descontentamento, de manifestações em rede sociais e até mesmo com ações judiciais se assim for do entendimento do consumidor que esteja sofrendo prejuízos.

7 – Quanto as manifestações da população especialmente em redes sociais onde muitos consumidores estão atribuindo as quedas de energia sob responsabilidade da administração com expressões políticas ideológicas, entendemos que a manifestação é democrática e livre, porém é necessário entender que o município não tem poderes para se sobrepor a um órgão do Estado como no caso é a COPEL a qual tem inteira responsabilidade sobre as quedas de energia.

8 – A Administração Municipal se solidariza com toda a população e também está empenhada para que o problema das interrupções se resolva o mais breve possível, cobrando do Governo do Estado e da COPEL uma posição clara e definitiva para a solução das quedas de energia.

Maria Antonieta de Araújo Almeida
Prefeita Municipal