por Ivan Cezar Fochzato

 

O índice inflacionário na região medido por acadêmicos do curso de administração do IFPR, campus Palmas,  alcançou o índice de 7.56%  no primeiro trimestre deste ano. Em 2011, a inflação  foi de 5,53%, em 11 meses( fevereiro a dezembro).

 

O IBP (Índice Básico de Palmas), que leva em conta o menor  preço, sem levar em conta a marca ,   vem sendo apurado com base na coleta de preços de vinte itens essenciais em três supermercados e a  partir de 2012 ampliou seu campo de pesquisa proporcionando uma visão regional da inflação, através da coleta de preços em Francisco Beltrão e também em Coronel Domingos Soares.

 

Os dados coletados pelos acadêmicos  em Francisco Beltrão, Coronel Domingos Soares e  Palmas, foram avaliados com preocupação pelo coordenador da Pesquisa, prof. Edmundo Pozes. “Ficamos preocupados com o crescimento surpreendente do índice na região: 7,56%, período de janeiro a março corrente. Em 2011, a inflação nessa amostra de alimentos foi de 5,53%, em 11 meses, Se continuar essa espiral inflacionária, o índice anual ficará em torno de 35% maior, fato inaceitável na proposta de controle da inflação do governo federal”, avaliou o professor.Destacou que o crescimento também foi verificado em Francisco Beltrão um crescimento ainda maior e de menor escala em Coronel Domingos Soares, mas todos na faixa de 2,5% ao mês, desde janeiro 2012.

 

Conforme o coordenador, em entrevista com empresários do ramo, na busca da explicação do aumento estes alegaram aumento nos salários, e que, seus fornecedores justificaram os aumentos também pelo aumento de salários, excesso de chuvas em algumas regiões e seca em outras. Também culparam o aumento da carga tributária e os novos preços das embalagens.

 

/
  • Compartilhe no Facebook