O Senador pelo Paraná, Alvaro Dias, reafirmou na manhã desta quarta-feira(28), na Rádio Club de Palmas(FM 99,5)  seu projeto de chegar à presidência do pais, com as eleições de outubro. Para o pré-candidato do PODEMOS é preciso refundar a República, estabelecer reformas, combater a corrupção, acabar com privilégios e diminuir a carga tributária.

  • Compartilhe no Facebook

No programa Pauta Dinâmica, manifestou que está encarando seu projeto de candidatura de centro como uma missão e como alternativa aos extremismos disseminados pelas correntes de direita e esquerda brasileiras. “As pessoas responsáveis e lúcidas devem assumir postura de protagonismo, tentando influir para  melhorar o pais” disse senador, para quem os atuais governantes estão escondendo a real situação do Brasil.

Avaliou que “a atual crise não será resolvida em um toque de mágica. Não há um “salvador da pátria nesta hora”. Advertiu que se nesta eleição brasileiro não tiver juízo e inteligência para escolher a melhor solução, o pais  poderá encaminhar para uma situação caótica, até mesmo com falta de alimentos, trabalhos e salários. Para ele, o que o Brasil mais  precisa neste momento é de coesão e rumo político para solucionar seus graves problemas.

Defendeu que a refundação do Estado, deve ser pautada no fim dos  privilégios da casta das autoridades, redução das despesas do governo e da carga tributária. “ O atual sistema virou uma fábrica de  escândalos e corrupção que desarrumaram o país”, criticou.

Além da pauta nacional, ao ser questionado sobre uma mudança de rumo em sua proposta,  dissipou rumores de que poderia disputar o governo do Paraná, num futuro arranjo político no Estado. “Firmo um compromisso com você[ Ivan Cezar] e seus ouvintes. “Isso é lorota, é inadmissível, não ocorrerá”. Ainda cobrou uma postura política do Sul do Brasil, que terá a oportunidade de resgatar a sua participação e importância no cenário político brasileiro, com uma candidatura viável à presidência da república.

ENTREVISTA