O PR – Partido da República anunciou o nome de Kiko Pagliosa como pré-candidato a sucessão municipal de Palmas, sul do Paraná, em 2016. A manifestação ocorreu durante o Programa Dinâmica 1050 da Rádio Club AM no último sábado pela manhã.

Conforme o presidente do partido, Juraci Antonelli, o PR está organizando-se a partir de questões partidárias visando às eleições, mas também, em torno de um projeto político e administrativo diferente para o município. “O anúncio do nome do Kiko Pagliosa, faz parte do trabalho de organização e de projeções para as eleições do próximo ano”, disse ele.

Na oportunidade outro dirigente da sigla, Julio César Beviláqua, destacou que nada está sendo imposto e a organização até agora seguiu amplo debate entre pessoas com novas idéias que não estão contentes com o atual modelo de administração do município.

Informou que também já estão participando do projeto o PMN (Partido da Mobilização Nacional, que tem como presidente Leonardo Maito; o PHS – Partido Humanista da Solidariedade, dirigido pelo policial civil, João Maria Sabatke e ainda o PP – Partido Progressista que tem agora na presidência do grupo, Gilmar Gubert. “Esses partidos estão alinhados e com propostas políticas e administrativa diferenciadas. Palmas precisa de uma oxigenação política”, defendeu o dirigente.

Apontado como pré-candidato do grupo ao executivo, Kiko Pagliosa, disse que colocou-se à disposição para dar andamento ao projeto que poderá ter outros nomes a serem apresentados e avaliados pelo grupo.

“Não é candidatura imposta. Estou participando desse processo e  estamos abertos a todos para que possamos fazer algo diferente por Palmas”, disse ele. Salientou que a proposta é construir um trabalho sólido de debates e discussões com a sociedade sem uma pretensão apenas de vencer uma eleição municipal. “Não disputaremos uma eleição para ganhar a qualquer custo ou força”, alertou.