A população de Palmas cresceu quase 40% em 16 anos, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) – a maior taxa percentual do Sudoeste do Paraná. No geral, a região cresceu 11,74% no período, passando de uma população de 557.443 pessoas em 2000 para 622.874 em 2016, de acordo com a última estimativa populacional, divulgada no final de agosto.

O RBJ realizou uma série de comparações, utilizando como bases, os Censos realizados em 2000 e 2010 e a estimativa 2016. Em todos os cenários, Palmas apresentou os maiores percentuais de crescimento.

Em 2000, a população palmense somava 34.819 habitantes, subindo para 42.887 em 2010 – aumento de 23,17%. Em 2016, o IBGE estimou a população em 48.339 pessoas, crescimento de 38,83% comparado a 2000 e de 12,71% no período 2010/2016.

Entre 2000 e 2010, o crescimento populacional do Sudoeste foi de 5,39%, enquanto que de 2010 a 2016, o número de habitante da região passou de 587.505, para os atuais 622,8 mil – elevação de pouco mais de 6%.

Nos três períodos comparados, a representação da população sudoestina com relação ao Estado permaneceu nos mesmos patamares, representando entre 5,8% e 5,5% de toda a população do Paraná.