Já imaginou a aflição de uma mãe ao dar à luz a um bebê prematuro? Já imaginou os minutos de angústia por não poder ao menos segurá-lo em seus braços? Essas mamães passam por um misto de amor e força. Uma verdadeira montanha russa de emoções, já que o tempo de permanência vai depender das circunstâncias.

  • Compartilhe no Facebook

(Imagem Ilustrativa)

 

Em alguns casos por pouco tempo, apenas para observação, outros, porém, podem permanecer por meses e dependendo do caso, em tempo integral, sem contato físico, privando as mães do ato de dar colo, amamentar…. Oferecendo a elas apenas transmitir através do vidro da incubadora, um olhar de aconchego.

Para essas mamães qualquer gesto de afeto, carinho e amor com os pequenos é extremamente emocionante, pois tudo que desejam é que seus pequenos se sintam protegidos. Nesse momento, entra em ação um projeto lindo, encantador, e totalmente voluntário, o “Polvo Solidário”.

  • Compartilhe no Facebook

(Foto: Isabel Paini)

Os polvos de crochê são confeccionados e doados aos bebês prematuros de todo o Brasil, seguindo regras e padrões estabelecidos, de modo a garantir que os brinquedos não ofereçam riscos.

Não há comprovação científica quanto aos benefícios, porém, segundo a idealizadora do projeto na região, Viviani de Souza, os bebês ficam mais tranquilos e apresentam melhora nos batimentos cardíacos e na oxigenação sanguínea após ter contato com os polvinhos. Isso ocorre porque os tentáculos de crochê remetem ao cordão umbilical materno, transmitindo um ambiente seguro e confortável para os bebês, reproduzindo a sensação intrauterina.

Baseado em um projeto filantrópico Dinamarquês, atualmente, a iniciativa beneficia bebês prematuros internados em instituições em Curitiba, Pato Branco, União da Vitória, Francisco Beltrão e até no Maranhão.

Uma demanda grande, que só é mantida com o apoio e contribuição da sociedade. O Projeto Polvo Solidário vai estar presente na Expofeira Mulher, de 03 a 07 de abril, no Parque de Exposições Jayme Canet Junior, em Francisco Beltrão.

Durante o evento estarão em exposição todos os trabalhos que são confeccionados pelas voluntárias. A população poderá contribuir comprando itens, doando materiais para a confecção ou então, oferecendo-se como voluntários.

  • Compartilhe no Facebook

(Foto: Isabel Paini)

Conheça o projeto:

Instagram: instagram.com/projeto.polvosolidario

Fanpage: facebook.com/sejavoluntarioprojetopolvosolidario