A Polícia Civil de Francisco Beltrão, no sudoeste do Estado, realizou na semana que passou um curso para aperfeiçoar as técnicas dos novos policiais que ingressaram na instituição recentemente, bem como aqueles que já atuam há tempos. Também participaram integrantes da Polícia Civil de Santa Catarina e Militares do 16º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado (Exército Brasileiro).

O curso, realizado com aval do delegado chefe da 19ª SDP David Ricardo Passerino, foi denominado de estágio internacional de operações policiais, pelo fato de ser ministrado pelo instrutor policial e membro das forças especiais da Polícia Argentina, Sérgio Susperreguy. O instrutor veio de Buenos Aires (AR) exclusivamente para repassar conhecimento aos profissionais brasileiros.

O intercâmbio aconteceu por intermédio do investigador da 19ª SDP Renato Grabaski Filho, que há tempos conhece e mantém uma estreita amizade com Susperreguy. Foram cinco dias de treinamento prático e teórico, onde o instrutor repassou todo o conhecimento adquirido nas forças especiais argentinas para os agentes de segurança brasileiros. A instrução foi dividida entre teoria e prática, inclusive com atividades no período noturno.

Sérgio Susperreguy, instrutor Argentino.
  • Compartilhe no Facebook

Sérgio Susperreguy, instrutor Argentino.

Em entrevista, o instrutor disse estar muito satisfeito pela oportunidade de estar em Francisco Beltrão (Brasil) repassando o que sabe aos colegas policiais, uma vez que para ele não existe rivalidade alguma entre os dois países, como muitos pensam. Ao mesmo tempo se colocou a disposição para outros cursos na cidade e região.

Para o investigador Renato Grabaski Filho, essa oportunidade foi ímpar, afinal não é sempre que um profissional como o Sérgio está a disposição durante uma semana para compartilhar seus conhecimentos. Renato lembra que depois desses cinco dias, sem dúvida, os policiais que participaram da instrução estão melhor preparados para atender a comunidade. Cita ainda que o curso foi possível por conta do apoio da chefia da 19ª SDP e de alguns empresários da cidade. “Fica o nosso agradecimento a cada empresário que colaborou, eles podem ter certeza que o apoio que deram vai retornar na forma de um trabalho com mais qualificação em prol deles e do restante da comunidade”, declarou.

Mas, os treinamentos não param por aí não, em breve outras atividades devem ser desenvolvidas pela Polícia Civil na microrregião, com objetivo de estar sempre a frente, para atender cada vez melhor a população.

Fotos: Divulgação