Com o objetivo de incentivar a doação de sangue, os integrantes da Rotam, grupo especializado da PM, doaram sangue ontem (15) no Hemonúcleo Regional de Francisco Beltrão. A contribuição dos PMs ajudou a reforçar o estoque necessário para essa época, quando um número de doadores cai consideravelmente pelo fato das festas de fim de ano e nas férias que acontece grande parte dos acidentes, explica o Diretor do Hemonúcleo, Jair Acco.

Atualmente, o Hemonúcleo atende 27 hospitais da região e são realizadas em média 600 coletas por mês. “A grande maioria volta mais vezes depois da primeira experiência, porque perde o receio de doar” explica o diretor, por isso a importância de se incentivar novos doadores. “A doação não deixa de ser um ato de generosidade, isso mostra que a PM está preocupada não só com a segurança pública, mas também com a saúde pública”, ressalta Jair.

O Soldado Cleber, integrante da Rotam, explica que alguns policiais já são doadores assíduos, mas outros doaram pela primeira vez. “O objetivo é chamar a atenção para a necessidade de se doar sangue nessa época do ano e, ainda, mostrar que a polícia antes de tudo está para servir as pessoas de bem, ajudando a salvar vidas diariamente”.

Em dezembro, janeiro e fevereiro o horário de funcionamento do Hemonúcleo será das 12h30 às 18h, para doar basta levar um documento com foto, ter mais de 50kg e estar saudável. No mesmo local é possível se cadastrar no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME), que reúne informações de pessoas que se dispõem a doar medula para transplante.

Fotos: Evandro Artuzi/ assessoria PM