Policiais Civis do DEIC (Delegacia especializada na investigação de crimes de roubo), de Porto Alegre (RS), estiveram em Francisco Beltrão nesta terça-feira (06), onde cumpriram um mandado de busca e prisão. Na comunidade de KM 14 foi preso Valdenir Roque de Alcântara, conhecido popularmente como “Nego Alcântara”, acusado de integrar uma quadrilha especializada em furtar máquinas agrícolas (tratores).

De acordo com o Comissário da Deic, Carlos Motta, a investigação teve início em fevereiro de 2012, quando um caminhão carregado com três tratores, modelo Massey Ferguson, foi roubado. Em setembro de 2013, outro furto semelhante aconteceu envolvendo um caminhão da mesma empresa, só que esse com dois tratores.

Os boletins de ocorrência foram registrados nas cidades gaúchas de Canoas e Erechim e, desde então, o DEIC passou a investigar, descobrindo durante as diligências que o rastreador de um caminhão apontou como destino a propriedade de Valdenir, em Francisco Beltrão.

Com base na investigação, o acusado teve prisão temporária de cinco dias decretada pela justiça, a pedido do delegado do DEIC Luciano Peringer, podendo ser prorrogada por mais cinco dias. Por isso, Valdenir foi levado ao Rio Grande do Sul onde outros integrantes acusados de fazer parte da quadrilha foram presos na manhã desta quarta-feira (07).

Apesar de prender Valdenir, os policiais não conseguiram encontrar na região ou obter informação de nenhuma máquina (trator), mas acreditam que tenham sido adquiridas por agricultores sem saber a origem ou foram levadas à Argentina.

O advogado Silvio Oliveira da Silva acompanha foi acionado pela família de Valdenir para acompanhar o caso. Em contato com nossa reportagem afirmou que deve solicitar à Justiça Gaúcha, a possibilidade do acusado responder em liberdade durante a investigação.