A Policia Civil de Palmas, sul do Paraná, está prosseguindo nas investigações a partir do  desaparecimento  dos palmenses, Delmar Rodrigues e seu filho Denison Rodrigues,  desde o dia 28 de abril desse ano.  Conforme o delegado da Comarca, João Manoel Garcia Alonso Filho, o setor de investigação está dando toda atenção possível, mas que no momento  é prematuro  repassar  qualquer informação  à população sobre o caso.

Conforme o chefe de polícia, o único fato que realmente consta é de que Delmar Rodrigues teria negociado uma propriedade rural e estaria fazendo um arrendamento de terras na região do Horizonte, nos  campos de Palmas. “Não podemos passar informações das linhas de investigação. O fato é que nós estamos apurando”, enfatizou  o delegado.

Informações repassadas ao portal RBJ por Roberto Rodrigues, seu irmão recebeu uma ligação telefônica na manhã do dia 28, uma segunda-feira e quando se preparava para sair, com a camionete L 200 , bordô de propriedade da família,  o filho Denison, 15, decidiu ir junto com o pai. Daquele momento até esta data a família não conseguiu mais contato e nenhum informação sobre o paradeiro de ambos.

Delmar e seu filho residiam na região de Guarapuava e teria vindo a Palmas para realizarem uma transação imobiliária.