A Polícia Civil de Palmas, sul do Paraná,  está investigando a prática de desvio de cargas de madeira(pinus) de uma indústria do município. Duas pessoas já foram detidas preventivamente. O crime pode ter gerado um prejuízo superior a R$ 1,5  milhões de reais aos proprietários.

Conforme o Delegado, Victor Hugo Guaita Grotti, que coordena o Setor de Investigações, o suposto furto era praticado por um ex-funcionário que comercializava as cargas com outras empresas, logo após o corte das florestas.

Conforme Grotti, após representar pela prisão preventiva, para dar sequência às investigações, duas pessoas foram detidas, sendo um dos mandados cumprido pela Polícia militar.  O crime chegou ao conhecimento da polícia, no início do ano após denúncia por um real representante da referida indústria.