Depois de dois meses de investigação realizada por policiais do Serviço Reservado (P2) e Civis, quatro pessoas foram detidas acusadas por tráfico e associação ao tráfico de drogas, em dois vizinhos na tarde desta sexta-feira (31). Os suspeitos, três homens e um adolescente, foram encontrados em uma residência na Rua Santos Dumont, no bairro Sagrada Família.

O adolescente de 16 anos estava acompanhado por Andrei de Souza Machado, 22 anos; Joares Rocha, 34 anos; e Jose Teixeira de Camargo. Com eles foram apreendidas 58 pedras de crack e quatro gramas de maconha.

A droga estava escondida em vários locais. Na meia de Joarez, dentro de um guarda roupas e ainda uma pequena quantidade com três mulheres que chegaram na casa, que seriam namoradas dos envolvidos.

Além disso, dentro de um fogão foi encontrada uma balança de precisão e um rolo de papel alumínio, usado para embalar o crack. O lucro dos acusados com a venda da droga seria de aproximadamente R$ 3 mil.

A casa ainda era disponibilizada à usuários para o consumo do entorpecente. Pra isso um valor deveria ser pago, conforme verificado em uma escrita na porta da residência: ” fumar? na casa ? 50% se quiser, ou tchau!”.

A polícia também apreendeu duas motos que seriam usadas para fazer a entrega de droga na cidade e um aparelho de som automotivo, sem procedência. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia de Dois Vizinhos.

ACUSADOS JÁ RESPONDEM CRIMINALMENTE
Joares Rocha já possui passagem por furto e tentativa de homicídio. José Teixeira de Camargo está no regime semiaberto uma vez que cumpria pena pelo crime de homicídio na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão.

Andrei de Souza Machado possui passagem por roubo e já havia sido preso por tráfico de drogas e o adolescente responde por atos infracionais pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo de calibre restrito, furto de motocicletas e por uso de drogas.