por Ivan Cezar Fochzato

 

Setor Policial de Palmas está levantando informações sobre a autoria do estupro ocorrido na noite desta segunda-feira (29) em que foi vítima uma adolescente. A menina,15, foi atacada quando estava em via pública e retornava para casa, após ter participado de atividade religiosa em uma igreja.

 

 

Ao chegar a casa, a mãe percebeu que as vestes da filha estavam com marcas de sangue e então a menina contou-lhe que havia estuprada.

 

O corpo de Bombeiros foi acionado e encaminhou a vítima até o PAM (Pronto Atendimento Municipal) para atendimento médico. Equipe da PM estive no local e a menina contou que foi violentada, depois de depois de ter sido agarrada pelos braços por um homem encapuzado, que a arrastou para o mato e sendo ameaçada com uma faca, onde foi obrigada a manter relação sexual.

 

A adolescente contou ainda que o homem ao chegar no matagal pediu que esta se despisse totalmente e após ter sofrido o ato violento, o criminoso pediu que se vestisse novamente e saísse do local rapidamente, sob ameaça de que a mataria caso contasse o acontecido a alguém.