A Polícia Civil de Pato Branco esclareceu na manhã deste sábado (23) o caso envolvendo uma mulher que teria sido vítima de marginais ontem (22), pela manhã, quando foi encontrado amordaçada dentro de sua própria casa na Baixada Industrial. De acordo com apurado no local, dois homens teriam invadido a casa, violentando a mesma sexualmente e depois a deixaram amarrada, amordaçada e o gás aberto.

A vítima foi socorrida pelo SAMU e Corpo de Bombeiros, depois que a casa foi arrombada pela polícia. A Polícia Civil agiu rápido e, ainda ontem a equipe de investigação da 5ª SDP conseguiu elucidar o caso. De acordo com o delegado responsável Ivonei Oscar da Silva, tudo não passou de uma farsa.

Durante coletiva à imprensa hoje (23), pela manhã, o delegado explicou que ela ligou para a Polícia Militar, ficou seminua, se amordaçou, se amarrou e ainda deixou o gás aberto, tudo para forjar um ataque. Também foi apurado pela polícia que a mulher tem problemas mentais. Ela foi ouvida e liberada e vai responder, entre outros crimes, por falsa comunicação de crime.