Por Evandro Artuzi
Até o dia 28 de fevereiro de 2012 estão proibidas as pescas amadora e profissional nos rios e lagos do Paraná, por causa da Piracema, fase em que os peixes nadam em direção à nascente para desovar. O período é determinado pelo Ministério da Pesca e Aquicultura e entrou em vigor na última terça-feira (1º).

A fiscalização será realizada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e pela Polícia Ambiental. O comandante do Pelotão de Polícia Ambiental, com sede em Francisco Beltrão, Sargento Charles, garante que na microrregião a fiscalização será intensificada com patrulhamento aquático, principalmente na região da hidrelétrica de Salto Caxias.

Quem for flagrado desrespeitando a legislação pode ser multado em, no mínimo, R$ 700 mais R$ 20 por quilo de peixe pescado. Além disso, responde processo criminal e tem os materiais de pesca apreendidos pelos fiscais.

Tanto para a pesca amadora quanto a profissional, embarcada ou desembarcada, é necessária a posse da documentação emitida pelo Ministério da Pesca. Para a emissão do documento é preciso responder algumas perguntas e se cadastrar no site do ministério. O documento é emitido na hora. Conforme o policial, a maioria dos pescadores tem respeitado a legislação.