A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Francisco Beltrão realizou hoje mais uma fiscalização visando coibir o comércio ilegal de pinhão. As margens da rodovia, entre os municípios de Clevelândia e Palmas foram abordadas diversas barracas, sendo apreendidos, entre pinhas e a granel, 75 kg do produto vendido irregularmente.

Durante a fiscalização, duas pessoas foram detidas e liberadas após assinarem compromisso de comparecimento em audiência e responderão a processo por crime contra o meio ambiente, cuja pena pode chegar a um ano de detenção. Todo produto apreendido foi doado aos alunos do Programa Formando Cidadão, desenvolvido pelo 21º Batalhão de Polícia Militar, em Francisco Beltrão.

A PMA alerta que a colheita, o transporte e a comercialização do pinhão só estarão permitidos no Paraná a partir do dia 15 de abril. O objetivo é garantir a reprodução da araucária, árvore ameaçada de extinção, que ocorre durante o primeiro semestre do ano. Nesse período, qualquer pessoa que for flagrada em uma dessas situações estará sujeita a responder a processo administrativo e a processo criminal.