Até o final do mês, quatro grupos de trabalho deverão apresentar as potencialidades turísticas de Passos Maia, Oeste catarinense, como parte das ações do Projeto de Desenvolvimento Econômico Territorial do município, parceria da administração municipal com o Sebrae e entidades representativas passosmaienses.

Os resultados serão divididos em quatro segmentos – insfraestrutura, equipamentos, serviços e atrativos. O objetivo é que até 2030, Passos Maia torne-se um destino turístico nacionalmente conhecido, através de ações de curto, médio e longo prazo. O Plano Territorial, além do turismo, contempla também o desenvolvimento de outros setores prioritários, como saúde, educação e emprego e renda. Ações na cadeia do leite, agricultura familiar, setor madeireiro e comércio local já foram elencadas dentro do plano de trabalho do projeto.

Na área turística, o Parque Nacional das Araucárias deverá receber atenção especial. Aberto à visitação pública no final de 2015, a área de 12,8 mil hectares conta com uma ampla diversidade de fauna e flora, além de rios e cachoeiras.