Camionete parou depois de bater contra um barranco. Foto: Evandro Artuzi/RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Camionete parou depois de bater contra um barranco. Foto: Evandro Artuzi/RBJ

A hipótese do trabalhador Evandro Maciel, 28 anos, vítima de um acidente na manhã desta quarta-feira (20) na PR-483, ter morrido após bater com a cabeça no para-brisa da camionete D 20, que estava dirigido, está praticamente descartada.

De acordo com avaliação preliminar do Instituto de Criminalística, o motorista teria sido atingido por uma peça de caminhão (pedaço de uma panela de freio). Evandro Maciel, que era funcionário de uma empresa de terraplanagem, seguia de Francisco Beltrão sentido Ampére quando, por volta das 07 horas da manhã, se envolveu em um acidente.

A camionete que ele dirigia saiu da pista, bateu em uma árvore e seguiu por mais cerca de 200 metros até bater contra um barranco.  Equipes de socorro foram acionadas por agricultores, mas ao chegar constataram que o motorista já estava morto. Ele usava cinto de segurança.

Durante a perícia, foi verificado pela Criminalística que a vítima teve o crânio esmagado por um pedaço de ferro, possivelmente originária do sistema de freio de um caminhão. A peça foi recolhida pela Criminalística para análise mais detalhada. A causa real da morte será informada à polícia através do laudo oficial do Instituto de Criminalística.