O Ministério de Minas e Energia(MME) considerou como projeto prioritário a Pequena Central Hidrelétrica(PCH) Foz do Estrela, a ser construída no Rio Iratim, no município de Coronel Domingos Soares. Pertencente a  Brookfield Energia Renovável, através da São Luiz Energética, tem previsão de começar a operar em fevereiro de de 2022. Conforme o Canal Energia, com a declaração, o empreendimento pode emitir títulos(debêntures) de infraestrutura, que tem incentivos para os investidores.

  • Compartilhe no Facebook

Inserida no Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infra-Estrutura – REIDI, do governo Federal, a PCH terá um investimento de R$ 277,6 milhões. A Licença de Instalação(LI) foi concedida pelo Instituto Ambiental do Paraná(IAP) em setembro de 2016.

O projeto tramita na Agência Nacional de Energia Elétrica desde 2002. Em dezembro de 2017, o empreendimento da São Luiz Energética fechou contrato de venda de energia em leilão realizado Agência Nacional de Energia Elétrica. A central hidrelétrica deverá vender 4,6 milhões MW/h (megawatts/hora) à R$ 220,74 cada MW/h.

No último mês de setembro, o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) autorizou a prospecção arqueológica na área de implantação da linha de transmissão ate a subestação de Palmas, distante
50 quilômetros. O trabalho tem por objetivo identificar sítios e elementos de interesse arqueológico, como ocorrências arqueológicas, áreas de captação de recursos, entre outros. A Licença Prévia(LP) para a linha de transmissão foi concedida pelo IAP no início deste ano.