Foto: Assessoria Prefeitura PB
  • Compartilhe no Facebook

Foto: Assessoria Prefeitura PB

O investimento em Pato Branco, de acordo com a SEIL, será de aproximadamente R$ 122 milhões para construção do contorno, que ligará a BR-158, junto à Patoagro, passando pela PR-493, na Comunidade São Brás, até a BR-148, próximo a ponte do Rio Caçadorzinho, em direção a Vitorino. Os recursos provêm de financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e de contrapartida do Governo do Estado do Paraná.

O chefe regional do Departamento de Estrada de Rodagem (DER), Marcus Vinícius Talamini, explicou que a construção do contorno objetiva solucionar os problemas ocasionados pelo tráfego na BR-158 dentro do perímetro urbano de Pato Branco, especialmente em horários de pico, dando mais segurança e rapidez no deslocamento entre bairros e aumentando a capacidade de escoamento da safra de produção, entre outros benefícios ligados à mobilidade.

“Queremos fazer uma obra de primeiro mundo, por isso desenvolvemos um projeto que traz o que há de melhor em segurança rodoviária, técnica e qualidade, tudo de acordo com os preceitos ambientais. Nossa meta é diminuir o tempo de viagem, evitar acidentes e, ainda, oportunizar o crescimento de toda a região”, explicou Talamini.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, afirmou que a obra é muito esperada para Pato Branco, pois dará início a uma nova fase no desenvolvimento para a cidade. “O contorno representa planejamento, oportunizando que Pato Branco cresça de forma ordenada e organizada, expandindo sua estrutura com coerência. Outra vantagem é que iremos integrar a cidade, tirando o fluxo de caminhões pesados que divide nossos bairros. Também poderemos projetar novas áreas industriais e residenciais”, ressaltou Zucchi.

Após a explanação, a reunião foi aberta para que os presentes pudessem fazer seus questionamentos. A reunião em Pato Branco faz parte do cronograma que compreende uma série de consultas públicas que a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (SEIL), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) estão promovendo em todo o Estado nas próximas semanas. As consultas têm objetivo de divulgar e tirar dúvidas da população sobre as obras do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Estado. Orçado em US$ 435 milhões, o programa prevê uma série de investimentos no estado.