Uma passeata marcou o encerramento as atividades alusivas ao Dia Internacional da Paz em Passos Maia, Oeste de Santa Catarina. A programação iniciou dia 18 e durou toda a semana com palestras nas escolas pelo Padre da Igreja Católica e sensibilização da população.

Na última quinta-feira(21), os estudantes percorreram as ruas centrais com roupas brancas e exibindo cartazes e outras faixas com várias frases alusivas à data. Também foi realizada uma blitz com estudantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e Apae. Em frente à Praça Municipal o grupo adesivou carros e distribui mensagens. No local, além de apresentações ocorreu o

O Dia Internacional da Paz foi instituído pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas(ONU) em 1981 para o fortalecimento dos ideais de paz, no seio das nações e entre os povos das várias nações.

A ONU também estabeleceu que as nações devem estimular atividades educativas e conscientizadoras para estimular a paz e a não violência entre as gerações atuais e futuras, assim como a meta de cessar-fogo e acabar com conflitos que geram violência e mortes. Através de atividades escolares e debates sobre o tema, busca-se ampliar o conhecimento e por consequência diminuir a incidência de violência em vários níveis.

Passeata encerra atividades da Semana da Paz em Passos Maia6
  • Compartilhe no Facebook

Abraço coletivo na praça central

Cerca de 1,5 bilhão de pessoas, 20% da população mundial, vive em situações de conflito, ou com altos índices de violência e criminalidade. Neste cenário, a luta pela diminuição de conflitos internos ou externos se torna essencial para evitar o agravamento dessa situação, e garantir que as pessoas, principalmente os mais frágeis a esse tipo de situação, como crianças e mulheres, possam viver de forma mais segura e a sociedade possa ter harmonia.

Além do Dia Internacional da Paz, há também Dia 1 de janeiro , que instituído pelo Papa Paulo VI,  ficou marcado como o Dia Mundial da Paz desde 1968. O Papa queria que essa data fosse comemorada por todas as pessoas, sem importar a religião, por isso chamou, em sua primeira mensagem, os “verdadeiros amigos da Paz” a celebrassem com reflexão e reavaliando as suas atitudes do ano anterior, buscando melhorar a cada dia.

Por tradição, nesta data o Papa em exercício divulga uma mensagem ao mundo onde trata do tema paz, dentro do contexto mundial do momento e as diretrizes para que a Igreja Católica possa atuar auxiliando que a Paz Mundial seja buscada e mantida.