Uma sessão solene marcou os dez anos de criação do Parque Nacional das Araucárias (PNA) entre os municípios de Passos Maia e Ponte Serrada, no Oeste de Santa Catarina. A cerimônia na Câmara de Passos Maia, nesta segunda-feira (19), contou com a presença do prefeito passosmaiense, Ivandre Bocalon, vereadores, lideranças locais e do chefe da Unidade de Conservação Federal, Juliano Rodrigues Oliveira, do escritório do Instituto ICMbio em Palmas, sul do Paraná.

Além do ato deste início de semana, no próximo domingo (25) a área será oficialmente aberta para a visitação pública. A solenidade vai acontecer no início da tarde na comunidade Rio do Poço. Conforme Oliveira, uma trilha de 700 metros já está elaborada para a visitação das primeiras pessoas e o planejamento para o ano que vem é abrir mais algumas trilhas em outros locais, já fora dessa área.

Destacou que os visitantes terão a oportunidade de visualizar e conhecer árvores nativas da região e alguns animais, especialmente aves. Serão disponibilizados monitores de trilha  que irão acompanhar os visitantes. O local do evento fica há 14 quilômetros da cidade de Passos Maia. A entrada é gratuita a todos e não há necessidade de agendamento.

O prefeito de Passos Maia lembrou do processo de criação do Parque há dez anos que gerou muita discussão e até mobilizações contrárias pelo temor do impacto que provocaria no setor produtivo da região. “Hoje estamos entendendo que esta é uma grande oportunidade para Passos Maia e Ponte Serrada fazerem a diferença, serem reconhecidas internacionalmente como sede de uma grande reserva ecológica no nosso país”, considerou Bocalon.

xaxim
  • Compartilhe no Facebook

Foto: Miriam Prochnow

O Parque Nacional das Araucárias é uma área de 12.841 hectares, tem como objetivo básico a preservação dos ambientes naturais com destaque para os remanescentes de Floresta Ombrófila Mista, possibilitando a realização de pesquisas cientificas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação e contato com a natureza e de turismo ecológico.