O município de Palmas destacou-se, ao ficar na 2ª colocação, entre os municípios do sudoeste, que mais geraram empregos neste ano. Conforme dados do Cadastro de Empregados e Desempregados (CAGED), entre janeiro e fevereiro, o município gerou 560 novos empregos, ficando atrás somente de Pato Branco que chegou a 603 novos empregos.

O município de Francisco Beltrão, que fechou 2013 liderando o ranking, criou 499 novas vagas neste ano. Na 4ª posição, está o município de Capanema com 387 empregos. Na microrregião de Palmas, o município de Clevelândia fechou o bimestre com um saldo negativo de 8 vagas, Mangueirinha gerou 41 novos postos, Coronel Domingos Soares chegou à 11 e Honório Serpa, fomentou 15 novos empregos.

O bom desempenho do município palmense se deve, principalmente, à colheita da maçã e batata. Além dos trabalhos nas plantações e pomares, há uma grande demanda de mão de obra por parte das unidades de classificação e armazenamento. Essa movimentação deve seguir até meados do mês de maio.

Conforme informações de fontes ligadas ao setor, uma das grandes dificuldades encontradas pelos produtores de maçã, ainda está relacionada a escassez de trabalhadores para  a colheita da safra em Palmas, neste ano. Atualmente cada trabalhador recebe entre R$ 40 e  R$ 50,00 reais  por dia trabalhado.