O Movimento Palmas Desenvolvida – MPD, realizou na noite de ontem(09) no espaço de degustação da Cervejaria Insana em Palmas, sul do Paraná, a última reunião geral do ano O objetivo foi fazer uma avaliação das atividades desenvolvidas no período, bem como, discutir algumas ações futuras. O início de uma grande mobilização para a pavimentação da estrada Palmas a Coronel Domingos Soares é uma das propostas já definidas.

No início o coordenador, Ademilson Mensor, reforçou o propósito central do MPD, que foi instituído em abril deste ano, que é alcançar até 2020 uma condição de alto desenvolvimento  para elevar a posição no cenário estadual, visto que, atualmente ocupa apenas a posição 337 entre os 399 municípios do Paraná.

Em relação a uma das fortes ações do Movimento neste ano, foi o trabalho em torno do estabelecimento de uma efetiva representatividade política do município a partir das eleições. Conforme Mensor, apesar da persistência da pulverização, 70% dos votos dos palmenses foram direcionados aos candidatos a deputados(federais e estaduais) que assinaram a Carta de Palmas, com uma série de reivindicações formuladas por mais de 30 entidades vinculadas ao Movimento.

O resultado da ação foi considerada satisfatória, por se tratar da primeira vez que há compromisso público dos eleitos com as reivindicações da população. Relatou ainda Mensor que os vários grupos formados a partir do Plano de Metas do Movimento já estão realizando seus trabalhos para estabelecer as diretrizes e estratégias necessárias.

Em relação a pavimentação asfáltica entre Palmas e Coronel Domingos Soares, o vice-prefeito domingossoarense, Helio Osmar Costa, agradeceu o apoio do Movimento Palmas Desenvolvida em torno da causa que é de interesse comum e prometeu motivar  as forças políticas, empresariais e sociais de seu município para iniciar uma grande mobilização. Na reunião de ontem ficou estabelecido que será montada comissão com integrantes dos  dois municípios para tratar especificamente deste pleito e iniciar a articulação de agendas de reuniões com deputados que se comprometeram com a causa tanto em Palmas, quando aos eleitos por Coronel Domingos Soares para que estes intervenham cobrando ao governo do estado uma ação definitiva em torno do asfalto.