As obras de implantação de mais 24 quilômetros de rede coletora de esgoto e de uma estação elevatória em Palmas, sul do Paraná, deverão estar concluídas no primeiro semestre de 2015. Com a ampliação do sistema será possível atender aproximadamente mil novas residências. Serão atendidos os moradores dos bairros Cascatinha e Klubegi que deverão aguardar a conclusão das obras para interligar os imóveis ao sistema.

Equipes da Sanepar e em parceria com os departamentos de Urbanismo, Meio Ambiente, Saúde, Vigilância Sanitária e Ação Social da Prefeitura Municipal estão orientando aos moradores para que não procedam a conexão do esgoto doméstico à rede sem que todos os trabalhos estejam finalizados.

Além da entrega de material informativo sobre as obras também vão ser realizadas reuniões comunitárias com os moradores dos dois bairros. Nesses encontros, os moradores vão receber informações sobre o cronograma das obras, o funcionamento e os benefícios ambientais do sistema de esgoto, além de orientações sobre como interligar corretamente os imóveis quando a rede for liberada.

O gerente da Sanepar, Aderbal Roncatto, explica que é importante a comunidade estar ciente do funcionamento do sistema e dos riscos da interligação antes de ser liberada. “A rede não está apta a receber o esgoto doméstico neste momento”, esclareceu.

Os recursos para as obras de  R$ 4.1 milhões foram obtidos junto ao governo federal por meio do Programa de Aceleração do Crescimento(PAC-2). Com esses investimentos a cidade de Palmas deverá contar com quase 85% dos domicílios na rede de esgotamento sanitário.