Roseli dos Santos, moradora em Laranjeiras do Sul, costuma ir a Cascavel para tratamento contra o câncer em um hospital, no Centro da cidade. A mulher comenta que habitualmente entra nas lojas para olhar os objetos até que dê a hora de voltar ao hospital, mas hoje sofreu um grande constrangimento.

A paciente foi abordada pela responsável de uma loja que a acusou de ter furtado objetos do estabelecimento e encaminhou a mulher até uma sala aos fundos da local. Ela teve a mochila revistada e após não localizar nada, a responsável pediu pediu perdão, mas para Roseli, o ato foi pouco diante da humilhação que ela sofreu.

Fonte: CGN