Foto: Jhonatan Coppini/Oeste Mais
  • Compartilhe no Facebook

Foto: Jhonatan Coppini/Oeste Mais

Um osso humano foi encontrado na manhã desta quarta-feira (20), enterrado em um jardim na sede do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) em Ponte Serrada, Oeste de Santa Catarina. A suspeita é que o material faça parte dos restos mortais da Marilene Pereira de Souza, freira que muitos anos trabalhou no município.

A localização do osso ocorreu durante a preparação do local para implantar uma horta para o cultivo de hortaliças utilizadas pelas cozinheiras do Cras e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

Envolvido em um recipiente plástico e enterrado a poucos centímetros de profundidade, o osso foi retirado e equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar foram acionadas.

O local onde funciona o Centro recebeu o nome de Cidade da Criança Irmã Marilene Pereira de Souza quando foi inaugurado, em 2003. A homenageada atuou por muito tempo em Ponte Serrada, depois foi transferida para outras localidades e acabou falecendo.

Segundo relatos de populares, ossos do corpo da freira foram enterrados em alguns pontos por onde ela passou, sendo um deles o terreno do Cras.

Segundo o portal OesteMais, a Paróquia Santo Antônio de Ponte Serrada, não confirmar a história. O osso deverá ser encaminhado à Polícia Civil de Ponte Serrada. Se confirmado ser mesmo parte dos restos mortais de Irmã Marilene, ele deve ser enterrado novamente no local.