Foi encontrada em Pato Branco, no sudoeste do Estado, por volta das 11 horas da manhã desta quinta-feira (05), uma ossada humana. O localização foi na região do trevo do patinho, em meio a um matagal a cerca de 100 metros da rodovia que liga Pato Branco a Coronel Vivida. Os restos mortais podem ser de Moacir Verlindes, 37 anos, desaparecido desde o dia 30 de novembro.

Moacir Verlindes, 37 anos, era procurado há quase dois meses. Foto: Arquivo familiar
  • Compartilhe no Facebook

Moacir Verlindes, 37 anos, era procurado há quase dois meses. Foto: Arquivo familiar

O homem era de Chopinzinho e foi internado em Pato Branco para se tratar da dependência alcóolica, mas no terceiro dia desapareceu do centro de recuperação. Familiares dele estiveram ontem (05) reconheceram uma peça de roupa encontrada junto a ossada, um shorts verde com cinto preto. Também foram localizados alguns documentos em nome de Moacir. Mesmo assim, o corpo não foi liberado. Para que isso ocorra é preciso fazer o teste de DNA em Curitiba, por isso foi coletado sangue de uma irmã de Moacir e na próxima segunda-feira (09) será feito o mesmo com a mãe dele.

A família tem absoluta certeza que se trata de Moacir e agora vai em busca de explicações. Eles desconfiam que ele tenha sido assassinado. Um indício que aponta pra isso é a falta de dois dentes na arcada dentária, na parte superior. “Isso tá bem estranho, o Moacir tinha todos os dentes e outro detalhe é que ele foi encontrado bem próximo do centro onde havia sido deixado por nós (…….) se tivesse saído com intensão de fugir mesmo de lá, jamais ficaria tão próximo até morrer, queremos saber exatamente o que houve”, disse um tio que prefere não se identificar.