Por Larissa Mazaloti

 

Assim como a União, o Estado e todos os outros municípios brasileiros, a administração pública de Francisco Beltrão só pode ser realizada através de um orçamento. A Lei Orçamentária determina que o orçamento seja previsto sempre para um período de um ano. De 2010 para 2011 o crescimento na previsão de despesas e receitas é de aproximadamente 12%.

 

O valor total, incluindo poder Executivo, Legislativo e Prevbel é de mais de R$ 133 milhões. O orçamento é elaborado no Executivo e aprovado ou não no Legislativo, que pode também fazer emendas. Nesta semana os vereadores beltronenses aprovaram o orçamento para o ano que vem, e as emendas aplicadas não alteram no valor que foi determinado.Quem informa é a secretária municipal de Finanças, Neiva Barbieri.

 

As secretarias de Saúde e Educação têm o maior valor do orçamento destinado a elas. O setor de Saúde ocupa 29% e o de Educação, aproximadamente 27%. A previsão de quanto o município pode gastar em um ano é feita através de uma fórmula, conforme explica Neiva que salienta a economia realizada pela câmara de vereadores.

 

Ouça matéria especial sobre o assunto