Por Evandro Artuzi 

 

Líderes, filiados e simpatizantes de partidos políticos de oposição a atual administração de Saudade do Iguaçu estiveram reunidos na terça-feira (11/10), à noite, discutindo o pleito eleitoral de 2012.

 

Esta foi à sexta reunião realizada pelo bloco formado pelo PMDB, PT, PDT, PSC, PV, DEM, PSB e PTB. Entre os participantes, destacaram-se Luiz Giacomini (PMDB), Alfonso Marangon (PTB), Nilson Bittencourt da Silva (PSC), a vereadora Auri Bittencourt da Silva (PT), o empresário Valdocir Szurra (PV), Paulo Barella (PTB), Álvaro Muller (PDT), entre outros.

 

Seguindo a linha das reuniões passadas, mais uma vez se discutiu o fortalecimento do grupo para disputa das eleições municipais de 2012. Até então, o grupo não tem nome definido para a disputa ao cargo de prefeito, vice ou vereadores, o que se prega é que todos têm capacidade e condição.

 

A escolha se dará no momento certo, garantem os líderes de cada partido. O empresário Valdocir Szurra (PV), por exemplo, garante que não importa quem serão os candidatos, o importante é manter o grupo unido e fortalecido. Mesma opinião manifestaram as demais lideranças.

 

O que se quer é criar um grupo comprometido com a população saudadense. Um grupo que realmente invista bem o dinheiro arrecadado mensalmente pelos cofres públicos, citaram os participantes da reunião.

 

A reunião contou ainda com o ex-prefeito de São Jorge D´Oeste, Luiz Corti, que deixou o PMDB e ingressou no PSC, partido que está sob sua responsabilidade em toda região. Além de defender a ideologia do grupo, Corti ofereceu todo seu apoio e do PSC para as eleições de 2012. “Esse grupo está no caminho certo, é assim que se faz política. É preciso discutir com as lideranças e com a comunidade antes e não só ir em busca do voto no período eleitoral. Conheço todas as lideranças desse grupo e sei que ninguém está aqui pensando em desviar o dinheiro público, mas sim com o propósito de empregá-lo com responsabilidade para garantir o presente e o futuro da população saudadense”, frisou. Assim como Corti, muitos se manifestaram e defenderam a mudança em Saudade do Iguaçu.

 

Arrecadação:
Atualmente Saudade do Iguaçu arrecada em torno de R$ 1,5 milhões ao mês para uma população de aproximadamente 5 mil habitantes. O valor é muito superior a arrecadação de municípios de maior porte.

 

Em agosto, por exemplo, o município arrecadou R$ 1.738.338,74. Além disso, recentemente o município foi beneficiado com recursos originários do ICMS da Usina Hidrelétrica Salto Santiago.